Homem devolve $ 43.000 que encontrou escondidos em um sofá

Dinheiro pertencia ao antigo dono do móvel, que ele comprou de segunda mão. Entenda o caso

Por Redação (*) 12/01/2021 - 22:54 hs
Foto: Reprodução MLive

Um ano depois de devolver $ 43.000 em dinheiro de um sofá de segunda mão que comprou, um homem de Michigan diz que faria tudo de novo - simplesmente porque "é o que Jesus teria feito", diz.

Howard Kirby, de Ovídio, Michigan, comprou um sofá usado de US $ 70 há um ano em uma loja Habitat for Humanity ReStore, em Owosso, mas ele e sua família logo suspeitaram de que algo estava errado com uma almofada bastante dura, relatou ao MLive.

De acordo com reportagem publicada no Christian Headlines, sua nora abriu a almofada e encontrou muito dinheiro - no valor de $ 43.170. Embora Kirby tenha sido informado por um advogado de que ele tinha o direito legal de ficar com o dinheiro, o homem da pequena cidade decidiu devolver o dinheiro ao seu dono: a família que doou o sofá. Mais tarde, ele soube que o falecido avô da família havia escondido o dinheiro na almofada.


Kirby poderia ter usado o dinheiro para pagar sua casa, mas, garante: “O Espírito Santo veio até mim e disse: 'Não, isso realmente não é seu'”, completou.

A história ganhou manchetes nacionais e internacionais. Quando se espalhou a notícia sobre a boa ação de Kirby, a comunidade respondeu. Muitas pessoas doaram mão de obra e materiais para um novo piso e telhado [que Kirby necessitava reformar],  relatou. Além disso, um canadense abriu uma conta GoFundMe que levantou $ 15.000 para Kirby.

“Isso realmente restabeleceu meus sentimentos em relação à própria humanidade”, disse ele, à  MLive .

“... Estou feliz que [o] que fiz encorajou tantas pessoas. ... Isso me faz sentir bem, porque eu pude mostrar como eu acredito em Cristo, e isso é o que Jesus faria!”, enfatizou.

Apesar da pandemia - e também de uma cirurgia para remover um rim - Kirby diz que teve um ótimo ano. O 11º neto de Kirby nasceu. Seu filho e sua nora compraram uma casa nas proximidades também.

“Fui abençoado”, acrescentou Kirby. “Aconteceram muitas coisas que eu gostaria que nunca tivessem acontecido, mas isso faz parte da vida. Não desanimo e, quando fico, olho para trás, para o que aconteceu naquela época. Nunca esperei que nada disso acontecesse ... Foi um ano difícil e maravilhoso”, finalizou.

(*) Com informações do ChristianHeadlines.com