Chefe do Programa Mundial de Alimentos alerta para fomes de 'proporções bíblicas'

Esse é mais um dos sinais da volta do Senhor Jesus, como enfatiza a Bíblia Sagrada

Por Redação Unigrejas 14/01/2021 - 09:32 hs
Foto: Jcomp Freepik

O chefe do Programa Mundial de Alimentos (WFP) acredita que o ano de 2021 poderá registrar “fomes de proporções bíblicas”, já que as lutas econômicas da COVID-19 podem dificultar as respostas globais à escassez de alimentos causada por conflitos militares, o aumento do extremismo islâmico e infestações de gafanhotos. 

Em uma entrevista no final do ano passado ao The Christian Post durante uma visita a Washington, DC, o Diretor Executivo do WFP David Beasley, um ex-governador republicano da Carolina do Sul, expressou preocupação com os problemas de financiamento que podem estar reservados para 2021. 

“Quando entrei para o PMA, o número de pessoas à beira da fome em comparação com a fome geral era de 80 milhões de pessoas”, explicou ele. “Existe um termo técnico para isso. Mas foram 80 milhões de marchas em direção à fome. Esse número disparou, subiu para 135 milhões no final de [2019] principalmente por causa do conflito causado pelo homem, agravado ainda por extremos climáticos e governos desestabilizados ou frágeis. Além disso, vem a COVID e o número que antecipamos com base na deterioração econômica e por causa das decisões da COVID é agora de 270 milhões de pessoas que estão marchando à beira da fome. ”

Em abril passado, enquanto os governos em todo o mundo estavam decretando políticas para responder à pandemia, Beasley disse ao Conselho de Segurança da ONU que os déficits de financiamento causados ​​pela pandemia poderiam causar “fomes múltiplas de proporções bíblicas em poucos meses”.

Outro grande fator para a fome em 2020 foi uma infestação recorde de gafanhotos do deserto, destruidores de plantações, em vários países da África Oriental e do Oriente Médio. 

A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura alertou no mês passado que “novos enxames de gafanhotos já estão se formando e ameaçando invadir novamente o norte do Quênia”, enquanto “a reprodução também está em andamento em ambos os lados do Mar Vermelho, representando uma nova ameaça para a Eritreia, Arábia Saudita, o Sudão e o Iêmen ”.

 “A COVID realmente [atrasou] esse progresso. Todo o dinheiro que íamos investir em gafanhotos do deserto, você pode imaginar, todo mundo está lutando por cada dólar agora. Mas os gafanhotos não estão resolvidos e os gafanhotos estão se movendo. ” 

Fomes e pestes

Infelizmente, milhões de pessoas perecem por causa da fome. E esse é mais um dos sinais da volta do Senhor Jesus, como enfatiza a Bíblia Sagrada.

No livro “A Terra vai pegar fogo” do Bispo Renato Cardoso, é apresentado um símbolo que representa uma grande fome que se instalará no mundo, durante a Grande Tribulação. Trata-se do cavaleiro do cavalo preto (Apocalipse 6.5-6).

“A economia mundial irá mudar. A inflação aumentará assustadoramente e a moeda se desvalorizará. Uma medida de trigo corresponderá, aproximadamente, a 500 gramas e será o consumo diário de um trabalhador. Significa que um homem terá de trabalhar o dia inteiro para sustentar apenas a si mesmo. Logo, seus dependentes passarão fome. Haverá tamanha fome na Terra que as pessoas perderão a compostura, a educação e até os laços familiares serão desconsiderados”, explica o Bispo Renato sobre esta passagem bíblica.

“Mais felizes foram as vítimas da espada do que as vítimas da fome” Lamentações 4.9

O bispo ainda cita o versículo acima e explica que as vítimas da fome sofrerão mais porque a morte será lenta. Os alimentos mais simples estarão custando muito caro.

O anticristo terá o controle da economia mundial sobre pretexto de ajudar às massas famintas, que,  por um pedaço de pão, vão se submeter aos desejos dele.

“Por milhares de anos as pessoas eram livres para cultivar seus próprios alimentos em seus pedaços de terra, hoje, em nome da saúde pública, é preciso da autorização governamental para isso. Hoje a comida é fornecida por grandes indústrias alimentícias. O controle da comida já está na mão dos governos, isso é um acontecimento recente na história mundial. E isso já é uma preparação para este cenário do cavaleiro preto, que terá o poder para controlar a comida”, alerta o bispo.

Mas é claro, aqueles que foram fiéis a Deus serão arrebatados antes disso e não passarão por todo esse sofrimento. Mas os que ficarem, sim.

Portanto, é preciso estar atento aos sinais do fim, pois as profecias estão se cumprindo.

Quão importante tem sido a Palavra de Deus em sua vida? Você tem se alimentado dela?

“Se você não tem fome da Palavra de Deus hoje, você irá passar por essa fome descrita no Apocalipse”, conclui o bispo.