Tenha mais paciência

Há uma forma bem óbvia de ter sucesso nisso

Por Universal.org 13/07/2020 - 08:55 hs
Foto: Freepik

A modernidade exige mais dinamismo do homem e, não se pode negar, também gera mais estresse. Se por um lado a Humanidade tem sido beneficiada com mais recursos tecnológicos, mais rapidez e medicina mais avançada, por outro, também precisa cada vez mais de dinheiro e tem de obtê-lo em menos tempo e com menos espaço, já que as pessoas precisam dividi-lo com muita gente nem sempre tão civilizada quanto deveria ser – o trânsito em grandes cidades, distante de ser agradável e organizado, é só um exemplo disso.

Sua família tem lhe pedido paciência, desde aquela na casa dos seus pais até a que você formou ou formará ao se casar. O trabalho é outro lugar que, se não houver paciência, não dá para ultrapassar a porta de entrada. E o que acontece, então, com os homens mais “esquentadinhos” nos ambientes citados acima? Eles acabam participando de um círculo vicioso: se não têm paciência, agitam os locais e tiram a paciência dos outros e, assim, todos ficam ainda mais “esquentados” .

Quem não tem um amigo que estoura por qualquer motivo, o famoso pavio curto? Até brigas podem ter acontecido, às vezes com resultados trágicos, na companhia dele. Não é novidade, infelizmente, que muitos homicídios acontecem absurdamente porque um sujeito fica de cabeça quente e se descontrola.

Esse assunto é bem mais sério do que parece. Além de mortes, a impaciência também pode resultar em perdas sociais e profissionais, divórcios e até em agressões familiares com sequelas psicológicas.

É preciso buscar e exercitar a paciência. Muitos pensam: “é fácil falar, mas é difícil fazer”. Contudo o homem não pode cair na ilusão de que a vida deveria ser fácil. Ela pode ter ótimos momentos de tranquilidade, mas eles não ocorrem sem lutas para obter conquistas e mantê-las. E ser paciente é um fator decisivo para vencer em qualquer área.

Por falar em lutas, elas exigem força. Seguindo um raciocínio simples e óbvio, quem é mais forte em todo o universo que o próprio Criador dele? Ninguém. Então, meu caro, há um caminho óbvio a seguir: o cristão tem o privilégio de ter um relacionamento sério e próximo com o Altíssimo quando aceita o Senhor Jesus como Mestre e Salvador e quando tem o Espírito Santo, que é o próprio Deus no íntimo dele.

E a paciência é um dos resultados de quem tem o Espírito Santo (leia em Gálatas 5.22). Ela também é parte de um conjunto, que inclui a sabedoria, na formação de um cristão genuíno. “A sabedoria do homem lhe dá paciência; sua glória é ignorar as ofensas.” (Provérbios 19.11).

Um homem paciente tem muito mais estrutura para sustentar a esperança, item imprescindível à Fé: “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se veem.” (Hebreus 11.1).

Portanto, um homem paciente, além de se livrar de confusões no dia a dia que podem resultar até em tragédias, testemunha em sua própria vida a perseverança, pois sabe suportar as dificuldades até colher, no futuro, os frutos do sacrifício, da crença sem questionamentos, da oração constante e da vigilância. Tudo isso porque ele não desiste, enquanto muitos deixam de alcançar seus objetivos por cederem à impaciência. 

Quanto mais paciência você tiver, mais forte você será. Contudo, caso ela acabe, não pense que ela foi embora sozinha: ela sempre leva consigo muito do que é preciso para ter uma vida plena de verdade.